ACT 4 – Harmonias

Editor: Kelly Benoudis Basílio
Publisher: Colibri / CEC
Year: 2001

O que haverá de comum entre “um quadro de Lebrun, uma escultura de Girardon, uma fachada de Perrault, um jardim de Le Nôtre, uma sinfonia de Charpentier e uma tragédia de Racine”? Será legítimo falar de um “estilo de época”? Entre a vaga e intuitiva “analogia” e a forte e estrutural “homologia”, o certo é que as artes não deixam de manifestar entre si correspondências: relações de similitude, mas também interacções e intersemioticidades, ou seja, harmonias; nomeadamente, entre a literatura – e, mais latamente, as artes da fala e da escrita – e as outras artes.
Algumas dessas relações previlegiadas e exemplares são aqui focadas, tais como as que a arquitectura gótica mantém com a escolástica, a música com a retórica ou a poesia, a fotografia ou o cinema com a literatura.