ACT 20 – Filologia, Memória e Esquecimento

Editors: Fernanda Mota Alves / Daniela Di Pasquale / Sofia Tavares / Ricardo Gil Soeiro
Publisher: Húmus
Year: 2010
Price: 10€


CONTENTS

Preâmbulo dos coordenadores

Prefácio

O interesse cultural pela memória, que se tornou cada vez mais notório a partir da última década do século XX, contribuiu para a génese e crescimento exponencial desta área de estudo, que se desenvolve no plano internacional e se caracteriza pela convergência multidisciplinar. O envelhecimento e morte progressiva das testemunhas do Holocausto (e, no nosso país, do regime autocrático do Estado Novo e da guerra colonial), o fim da Guerra Fria e os fluxos migratórios à escala mundial, que constituem parte do actual fenómeno da globalização, são factores decisivos neste processo. Não menos significativas são as consequências do desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação, que arrastam consigo uma nova noção de arquivo e de memória. Ao mesmo tempo que a reflexão contemporânea sobre a história questiona a possibilidade de reconstruir o passado, acentuando uma certa forma de competência narrativa ou até ficcional por parte do historiador, também a memória individual ou colectiva, tal como o acto que as constitui, nomeadamente a recordação, é agora entendida como uma construção, que permite o perfilar (ou desconstruir) de padrões e valores identitários.”

I. Trauma

  • “Forgiving and Forgetting”, Svend Erik Larsen
  • “Quanto tempo dura a guerra?”, Fátima Fernandes da Silva
  • “António Lobo Antunes’s War/Love Letters: Framing the Memory of the Portuguese Colonial War”, Adriana Alves de Paula Martins
  • “Remembering Gulag: Varlam Shalamov’s Poetics of Speaking and Being Silent”, Franziska Thun -Hohenstein
  • “Literary Memories of a Forgotten War: How German Literature Keeps Breaking the Air War Taboo”, Kasper Green Krejberg
  • “Whitman and Cunningham: Specimen Days and the ‘War on Terror'”, Susana Araújo
  • “Aesthetic Remembrance and Trauerarbeit in William Kentridge’s Black Box/Chambre noire“, Jacob Lund

II. Figurações da memória

  • “Fotografia como arte do trauma e imagem-ação: jogo de espectros na fotografia de desaparecidos das ditaduras na América Latina”, Márcio Seligmann-Silva
  • “Visual Representations of Postmemory in Maus by A. Spiegelman and Die Ausgewanderten by W. G. Sebald”, Simona Porro
  • “Memória e esquecimento. Uma leitura dos filmes Cenas da vida conjugal e Saraband de Ingmar Bergman”, Ana Bela Morais
  • “A memória na criação do espaço: Le Città Invisibili e La Memoria del Mondo de Italo Calvino”, Francesca Negro
  • “O relógio avariado: sobre algumas representações do “tempo da memória” na obra de António Lobo Antunes e na arte contemporânea”, Felipe Cammaert
  • “The Western Way Is the German Way. Contemporary German Films Revisit Allied Wartime Violence”, Júlia Garraio
  • “Música, vestígios da ausência.O despertar de mnémosyne em Erinnerung de G. Mahler e Alte Liebe de Brahms”, Maria Manuela Toscano
  • “Entre reminiscência e ocultação. Procedimentos inter-artes. António Carneiro, Camilo Pessanha e António Fragoso: caminhos da água, do efémero e da memória”, Barbara Aniello

III. Filologias da tradição à era digital

  • “Filologia oitocentista e crítica textual”, Rita Marquilhas
  • “Tradition, Philology, Memory. Gershom Scholem on the Poetics of a Written Tradition”, Daniel Weidner
  • “Um caudal para dois rios.Memória da Bíblia e dos clássicos em “Sobre os rios que vão” de Camões”, Gonçalo Cordeiro
  • “«The opposite of History is not Myth but Forgetfulness»: Elie Wiesel’s «The Wandering Jew»”, Simonetta Falchi
  • “Memory, Oblivion, and the Internet”, Gerd Hammer

IV. Literatura como veículo de memória

  • “Memory’s Truth” and “Memory’s Fragile Power”: Literature as a Medium for Exploring Fictions and Frames of Memory”, Ansgar Nünning
  • “The Memory of an Emotion in The Bridge over the Drina by Ivo Andri”, Luísa Afonso Soares
  • “Intrusive Reminiscence: Affective Memory in Freud and Proust”, Johannes Türk
  • “A lição da leitura: memória e emoção em A Morgadinha dos Canaviais”, Estela Vieira
  • “Memória literária dos ditadores em Espanha e Portugal”, M.ª Jesús Fernández García
  • “Entre a adversativa e a analogia: Nuno Júdice e a memória do mundo”, Maria Graciete Gomes da Silva
  • “Para que conste. Àlbum de Família de Narcís Comadira”, Francisco Serra Lopes
  • “Percursos de memória em Helena Marques”, Ana Isabel Moniz
  • “Memória e personagem (a propósito de Eça de Queirós)”, Joana Duarte Bernardes
  • “The Memory of the Mother Tongue”, Beatrice Furini
  • “Escrevinhador de passados: a memória nas narrativas de José Eduardo Agualusa”, Ana Margarida Fonseca

V. Identidades

  • “História de nomes, memórias sem nome. Citação e estado de excepção nas actualizações da memória pública”, Roberto Vecchi
  • “A 1.ª República na intervenção sonâmbula de José Gomes Ferreira”, Carina Infante do Carmo
  • “As Memórias de Raul Brandão: a consciência do esquecimento”, Maria das Graças Moreira de Sá
  • “Dever de lembrar, direito de esquecer: elementos para uma ética da memória”, Pedro M. D. Valinho Gomes
  • “O esquecimento da complexidade e a memória da essência: hutu e tutsi na literatura colonial”, Fabrice Schurmans

{excertos}